Notícias

Radix participa do Expin48, maratona de desenvolvimento do Cefet/RJ

Diretor da Radix fez parte da banca de jurados e ajudou a escolher a melhor solução

Expin cefet Alunos do ensino médio/técnico, da graduação e da pós-graduação do Cefet/RJ durante Expin48

Com o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas inovadoras, que contribuíssem para solucionar problemas sociais contemporâneos, o Cefet/RJ promoveu o Expin48. Durante os dias 21, 22 e 23 de outubro, 30 alunos do ensino médio/técnico, da graduação e da pós-graduação imergiram no mundo da inovação, da criatividade, do trabalho colaborativo e do conhecimento multidisciplinar. A Radix fez parte do comitê de juízes para escolher a melhor solução.

No primeiro dia, os participantes tiveram que formar as equipes, escolher um dos 12 temas apresentados pela organização e criar três soluções. No segundo dia, após o feedback dos mentores e da comissão organizadora, as equipes tiveram acesso a ferramentas e materiais para construir protótipos funcionais. E, no último dia, foi o momento dos ajustes finais na solução e da montagem da apresentação para a comissão julgadora. O diretor da Radix, Alex Clausbruch, representou a empresa no evento e participou da banca de jurados.

A equipe vencedora foi a Biguá, que projetou um Tampo Ajustável de Encaixe Fácil para bueiros de rua. Essa solução alivia a pressão dentro do bueiro e impede a saída do tampo, evitando acidentes relacionados a bueiros em dias de chuva ou enchentes.

Além da Biguá, outras quatro equipes desenvolveram soluções inovadoras. A Amana criou um biodigestor alimentado com restos de alimentos orgânicos para ser usado no restaurante estudantil do Cefet/RJ. Já a equipe Bom Velhinho desenvolveu uma campainha pulseira, capaz de auxiliar idosos ou pessoas com limitação auditiva a atender a campainha ou o telefone. O grupo Express fez um sistema de ponto de ônibus inteligente, para facilitar a solicitação de ônibus por meio de um totem. A equipe Seleto, por fim, criou um classificado on-line de aparelhos eletrônicos defeituosos ou obsoletos, para fazer a ponte com usuários interessados em reciclar ou reaproveitar partes desses aparelhos.