Notícias

Radixiano desenvolve trabalho que pode ajudar a diagnosticar e tratar câncer no fígado

Apresentação aconteceu durante conferência internacional no Rio de Janeiro

Guilherme na sibgrapi

O engenheiro de software da Radix, Guilherme Reis, participou do 32nd Conference on Graphics, Patterns and Images (SIBGRAPI) 2019, congresso internacional que aconteceu de 28 a 31 de outubro, na PUC-Rio, no Rio de Janeiro. O radixiano apresentou seu artigo científico que pode ajudar a diagnosticar e tratar pacientes com câncer no fígado.

O trabalho do jovem de 27 anos é sobre análise multitemporal de fígado a partir de tomografias computadorizadas e auxilia no planejamento cirúrgico e também no acompanhamento clínico do paciente. Como turmores no fígado costumam crescer rapidamente em poucos meses, é vital ter uma ferramenta que permita ter esse aspecto comparativo.

– Resumidamente, fizemos um modelo 3D do fígado a partir da segmentação de uma seção usando o 3DLiver, uma plataforma que auxilia no diagnóstico de câncer no fígado por meio de imagens de tomografia computadorizada. Posteriormente, fizemos um programa que executa alguns algoritmos para suavizar o modelo 3D, retirando eventuais bordas e sinuoses. Por fim, fizemos uma aplicação web para permitir visualizar e comparar modelos de datas diferentes. Essa aplicação web, além de permitir a manipulação de modelos, informa a comparação do tamanho do fígado e também outras funcionalidades específicas – explica.

Além de Reis se interessar pelo tema, ele conta que a escolha do assunto foi sugestão do orientador:

- A ideia veio do meu orientador, Gilson Costa. De todos os projetos apresentados pelos orientadores, esse foi o que mais me motivou, embora eu não tenha feito muitos trabalhos na área de computação gráfica. Esse artigo foi escrito com a minha dupla, Rodrigo Braga, e é continuidade do trabalho realizado pelo Dr. Dário Augusto Borges Oliveira.