Notícias

Radixiana dá palestra em colégio sobre mulheres negras na tecnologia

Juliana Mota é líder da AfroPython, comunidade que tem o objetivo de incluir e empoderar pessoas negras na área da T​I

Nave site Alunos do Colégio Estadual José Leite Lopes participam de palestra

A cientista de dados da Radix, Juliana Mota, deu uma palestra no Colégio Estadual José Leite Lopes, no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (13 de junho). Juliana é líder da AfroPython, comunidade de tecnologia e inovação que tem o objetivo de incluir e empoderar pessoas negras na área da TI, e fez uma apresentação sobre mulheres na tecnologia. ​​Alunos da turma do primeiro ano do Ensino Médio estavam presentes. 

- Não deixei de contar aos alunos como é o trabalho de um cientista de dados​​, mas foquei em mostrar como é atuar na área sendo mulher, principalmente negra. É um ambiente em que a maioria dos profissionais é homem e branco. É importante saber lidar com isso e incentivar que diferentes pessoas ingressem na área da tecnologia - comenta ela.

O Colégio Estadual José Leite Lopes desenvolveu, em conjunto com a Instituição Oi Futuro, o Núcleo Avançado em Educação (Nave). Apostando no ensino de tecnologias digitais, os alunos têm acesso a três cursos: Multimídia, Programação de Jogos e Roteiro Para Novas Mídias.