Notícias

Radix é a 10ª melhor empresa para se trabalhar no Brasil em 2018

Ranking contemplou as 150 melhores empresas, divididas entre 80 grandes, 35 médias nacionais e 35 médias multinacionais. 

Gptw brasil site

A Radix conquista a 10ª colocação na lista das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil (médias nacionais) deste ano. A premiação aconteceu na última segunda-feira (13/08), no Espaço das Américas, em São Paulo. O ranking contemplou as 150 melhores empresas, divididas entre 80 grandes, 35 médias nacionais e 35 médias multinacionais. 

O gerente de projetos João Zaiden e o coordenador de projetos Thiago Bacic representaram a empresa de engenharia e tecnologia no evento. Zaiden afirma que a premiação é siginificativa:

- Essa premiação tem uma importância realmente muito grande. Estar nesse grupo seleto realmente é um grande feito. Vale ressaltar que, como somos uma empresa de pessoas, o nosso ativo principal é o ser humano e é imprecindível para nós estarmos bem colocados em uma premiação como essa. Vivemos um ano bastante difícil, mas acreditamos que as coisas estão melhorando. No ano que vem, pretendemos buscar o nosso primeiro lugar, vamos trabalhar duro para chegar lá. 

Há oito anos no mercado, a Radix sempre participou da premiação e manteve presença constante na lista das Melhores Empresas para Trabalhar. Neste ano, ainda fomos premiados como a 4ª Melhor Empresa para Trabalhar no Rio de Janeiro. O CEO da Radix, João Chachamovitz cita que Radix foi criada nos princípios das melhores empresas para se trabalhar:

- É um orgulho para a Radix estar entre as melhores empresas para se trabalhar do país. Estamos expandindo negócios e oportunidades dentro e fora do Brasil, potencializando nossos projetos na área digital e considerando nossos colaboradores.

Organizada pelo Great Place to Work, em parceria com a Época Negócios​, a pesquisa analisou mais de duas mil instituições. Ela mede o nível de confiança dos funcionários em cinco dimensões: credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem. Também são levadas em consideração as práticas culturais adotadas na empresa, como conquista de objetivos e espírito de equipe, o que permite compreender o que é um excelente lugar para trabalhar na visão da liderança. 

João Zaiden recebe o prêmio do GPTW/Divulgação