Notícias

Radix define padrões abertos para sistemas de controle do futuro

Membro do The Open Process Automation Forum, a Radix busca aproximar a TI da TA, tornando toda comunicação em data centers modulares.

Radix the open process automation

 A Radix é uma das integrantes do The Open Process Automation Forum, uma iniciativa que reúne 109 petroleiras, indústrias químicas e fornecedores de equipamentos e sistemas em torno da próxima geração do controle de processo. Em reuniões semanais, empresas como Radix, Microsoft, Honeywell, Georgia Pacific, Chevron, GE, ExxonMobil, Basf, Dow, Lockeed Martin buscam aproximar TI (Tecnologia da Informação) da TA (Tecnologia da Automação), tornando toda a comunicação em data centers modulares.

De acordo com o engenheiro da Radix Leo Vitor Learth, o The Open Process Automation Forum busca definir padrões abertos para sistemas de controle do futuro visando ganhos e redução de custos. “Ao levar toda comunicação para data centers modulares, por exemplo, conseguimos maior escalabilidade, redução nos custos de manutenção e de projeto, padronização, aumento de segurança”.

O que tem chamado a atenção é o novo paradigma em termos de arquitetura e maneira de resolver problemas. A questão não se resume a troca de informações entre um equipamento e um software, mas quanto as informações das duas pontas podem ajudar toda a empresa. A integração da operação, corporativo e laboratórios – e até fornecedores e clientes – independente dor formato ou estruturação das informações, muda significativamente a tomada de decisões, a tolerância a produtos fora de especificação e falha de equipamentos, e reduz o tempo de desenvolvimento de novos produtos e soluções.