Notícias

Radix recebe reconhecimento da Chevron pela redução no tempo de parada programada no FPSO de Frade

Chevron reconhecimento fpso frade radix Radix recebe reconhecimento da Chevron.

Periodicamente, a Chevron realiza a parada programada (turnaround) das operações na plataforma de Frade, para verificar o funcionamento e realizar a manutenção das instalações. Desde 2015, a Radix atua na programação de parada da FPSO de Frade, realizando o planejamento e cronograma detalhado. Em 2016, a empresa de engenharia e software realizou a terceira programação de parada consecutiva, participando do gerenciamento do projeto e manutenção da unidade de tratamento de H2S e gás ácido da plataforma.

Diferentemente das demais paradas realizadas, o maior desafio desta foi a adequação dos trabalhos intrusivos em vasos de pressão e tubulações ainda com a planta produzindo ativamente. “Conseguimos reduzir custos, pois a maior parte dos poços de petróleo continuou funcionando, não havendo perda de produção. Mas, é claro, tivemos uma maior preocupação com a segurança dos funcionários, já que os sistemas permaneceram ativos. O engajamento da equipe, tanto abordo quanto em terra, foi fundamental para o sucesso da parada”, comentou o engenheiro Felipe Matos, da Radix.

Ao final, a parada programada foi concluída na metade do tempo definido no Plano de Negócios da Chevron e resultou em um retorno de mais de 60 mil barris de petróleo. Tamanho o sucesso do projeto, a equipe da Radix recebeu um certificado de reconhecimento pelo trabalho bem executado pela Chevron.  

“A parceria e confiança entre a Radix e a Chevron cresceu bastante ao longo dos últimos anos, e creio que o alinhamento em termos de cultura organizacional entre as duas empresas foi um fator decisivo. Essa sinergia aliada ao foco e à dedicação no planejamento das atividades do turnaround foram essenciais para garantir uma execução eficiente e livre de incidentes", elogiou Caio Bonini, engenheiro lider de instalações da Chevron. 

As outras duas paradas já realizadas também foram alvos de reconhecimento da Chevron para a Radix. 

Sobre o Campo de Frade:

O Campo Frade fica na Bacia de Campos, a uma profundidade de 1.128 m (3,700 pés), a cerca de 370 km (230 milhas) a nordeste do Rio de Janeiro. Os poços de produção do Frade contam com árvores de natal submarinas e são conectados através de linhas de produção a uma Unidade Flutuante de Produção, Estocagem e Transferência (FPSO) de 370 metros de comprimento que tem capacidade para processar até 100 mil barris de petróleo e 3 milhões de metros cúbicos de gás por dia, além de armazenar até 1,5 milhões de barris de fluido.